Bolsonaro, a onda do mito

(crédito: Alan Santos/PR)

Quem é Bolsonaro?

Jair Messias Bolsonaro é um político brasileiro que assumiu a Presidência do Brasil em 1º de janeiro de 2019, muito polêmico, chegou a ser apelidado de “mito”. Antes de ingressar na política, Bolsonaro serviu como militar do Exército Brasileiro por muitos anos. Ele também foi deputado federal por sete mandatos consecutivos, de 1991 a 2019, representando o estado do Rio de Janeiro.

Bolsonaro é conhecido por suas posições políticas conservadoras, tanto em questões sociais quanto econômicas. Durante sua campanha presidencial em 2018, ele enfatizou temas como a segurança pública, a luta contra a corrupção e a promoção de políticas econômicas mais liberais.

Seu governo foi marcado por debates intensos e polarização política no Brasil. Seu governo foi muito atacado pela mídia e por uma parte da população com viés de esquerda.

Alguns de seus principais pontos de ação e controvérsias incluem:

Políticas de Bolsonaro

 Reformas econômicas

Bolsonaro tem buscado implementar reformas econômicas, incluindo a reforma da previdência, visando equilibrar as contas públicas e atrair investimentos.

Política ambiental

O governo foi alvo de críticas internacionais por suas políticas ambientais, principalmente relacionadas ao desmatamento na Amazônia.

Gestão da pandemia

A abordagem do governo Bolsonaro em relação à pandemia de COVID-19 gerou debate. Ele expressou preocupações sobre os impactos econômicos e, em certos momentos, minimizou a gravidade da doença, o que gerou críticas.

Segurança pública

Bolsonaro defende uma abordagem mais dura na segurança pública, incluindo a flexibilização das leis de armas de fogo.

Relações externas

Sua abordagem nas relações exteriores tem incluído uma aproximação com os Estados Unidos e uma mudança em relação a certas posturas tradicionais da diplomacia brasileira.

 Polêmicas de Bolsonaro

Em 2003 quando ainda era deputado, envolveu-se em uma polêmica com a então deputada federal Maria do Rosário, gerando uma discussão acalorada após Maria do Rosário insinuar que Bolsonaro seria estuprador, ele a rebateu com uma fala que caiu nas manchetes nacionais, “Jamais iria estuprar você, porque você não merece”. Essa frase teve repercussão nacional e foi enfatizada muitas vezes pelos seus opositores políticos, querendo o atribuir como machista.

No início da pandemia da COVID-19, Bolsonaro então Presidente da República, fez uma declaração polêmica ao criticar o efeito do vírus, nomeando com uma “gripezinha”. Essa frase se tornou viral entre a imprensa, criando uma imagem de pouca preocupação com a grave situação da época.

Nas eleições para presidente em 2018 na campanha eleitoral, Bolsonaro sofreu uma tentativa de homicídio. Enquanto estava no meio da população na campanha eleitoral, Jair Bolsonaro foi esfaqueado e teve que ser levado às pressas para o centro cirúrgico.

Além dessas polêmicas, Bolsonaro participou de muitos outros embates, tanto contra a mídia televisiva, nas questão LGBTs, e em políticas sociais e ambientais.

Polarização Bolsonaro x Lula

O Brasil entrou em uma era de polarização entre os 2 candidatos principais, da esquerda (Lula) e da direita (Bolsonaro). Esse embate político chegou ao ápice na campanha eleitoral em 2022, quando os 2 principais expoentes políticos do país debateram diretamente entre si.

A expectativa do debate, fez com que houvesse recordes de audiência. O então opositor da gestão Bolsonaro, Luís Inácio (Lula), atacou a gestão com temas que reforçava a má gestão de Bolsonaro a respeito das políticas no combate a COVID-19. Enquanto Bolsonaro, se atinha as críticas a corrupção do governo Lula (PT) e escândalos marcados na gestão.

Esse debate eleitoral  ficou marcado com bordões e trocas de farpas entre os dois, polarizando mais ainda a população brasileira.

Complete sua leitura com os presidenciáveis: Lula, o Presidente mais famoso do Brasil /Quem é Donald Trump?

Derrota eleitoral                     

Um dos pontos de maior fracasso de Bolsonaro no âmbito político foi a derrota no segundo turno das eleições de 2022, para o seu então rival Lula.

Após meses de debates e polarização no país. Bolsonaro perdeu a eleição e Lula voltou a ser eleito com maioria de votos, principalmente na região Nordeste.

Atualmente Bolsonaro é o maior representante da direita nacional, levando milhares de eleitores as ruas, e conta com muitos apoiadores, é um uma peça importante na política brasileira.

Post Comment