Entenda tudo sobre a dengue

A dengue é propagada principalmente pelo mosquito Aedes aegypti. Este mosquito se reproduz em áreas com água parada, como recipientes descartados, pneus velhos, recipientes de água não cobertos, e outros locais onde a água pode se acumular.

O vírus da dengue é um arbovírus pertencente à família Flaviviridae e ao gênero Flavivírus. Existem quatro sorotipos distintos do vírus da dengue: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4. Cada sorotipo é geneticamente distinto, mas todos podem causar a dengue.

 Através do mosquito fêmea, que está infectado com o vírus pode ocorrer a transmissão da dengue para humanos através da picada.

Após a picada do mosquito, o vírus se replica no organismo humano e causa variados sintomas, que podem ser leves ou graves.

Outras causas de proliferação da dengue

Outras formas comuns de proliferação são acúmulos de água parada. O mosquito não nasce na água, porém ela é fundamental para seu ciclo de vida.

Com a deposição de ovos em lugares que tenham água parada, os ovos eclodem e nascem as larvas. As larvas se alimentam dos microrganismos existentes e passam para seguinte estado, sua fase adulta.

Após finalização desse ciclo já estão aptos a transmitirem a dengue quando picam as pessoas.

Sintomas da doença

Após a infecção, o vírus é transportado através da corrente sanguínea. Atinge órgãos como: baço, tecidos linfáticos e fígado.

Os principais sintomas são: febre alta, dores no corpo, dores de cabeça, náusea e vômitos, manchas pelo corpo, dor no corpo e articulações, bem como atrás dos olhos e falta de apetite.

Em casos mais graves acometem dores abdominais, sangramentos, confusão mental e dificuldade respiratória.

De toda forma, ao sentir esses sintomas, não hesite em procurar um médico para diagnóstico correto.

Como é feito o diagnóstico

                                            (imagem ilustrativa: vírus dengue)

Além dos sintomas já citados acima, o exame é realizado através de sorologia (permite verificar se o paciente possui alguma imunidade), isolamento viral e exames laborais, como hemograma.

Existem também métodos de testes rápidos, tais como em farmácias, que através da coleta de gotas de sangue é possível se extrair um resultado.

Tratamento da dengue

Apesar de não existir um tratamento especifico, os sintomas da dengue são controlados através de medicamentos para tratar os sintomas que o paciente apresentar.

Geralmente a cura pode acontecer de forma espontânea após 10 dias da doença. As recomendações principais são a ingestão de bastante água e repouso.

Além disso, é importante que os pacientes com dengue evitem o uso de medicamentos que possam aumentar o risco de sangramento, e seguir as orientações médicas. A prevenção da dengue por meio do controle de mosquitos e eliminação de criadouros também é fundamental para reduzir o impacto da doença.

A vacina conta a dengue já é uma realidade, saiba mais aqui!

Prevenções

A dengue é considerada um grave problema de saúde pública, porém, não isenta a responsabilidade populacional em controlar essa propagação.

Aqui estão algumas medidas importantes de prevenção:

  • Eliminar água parada: É importante cooperar com a comunidade para eliminar água parada em áreas comuns, como parques e terrenos baldios.
  • Manter recipientes de água limpos: Caso seja necessário armazenar água em recipientes, certifique-se de mantê-los limpos e bem fechados para evitar a proliferação de mosquitos.
  • Manter recipientes de água limpos: Caso seja necessário armazenar água em recipientes, certifique-se de mantê-los limpos e bem fechados para evitar a proliferação de mosquitos.
  • Eliminação de criadouros: Mosquitos Aedes aegypti, que transmitem a dengue, se reproduzem em água parada. Portanto, é essencial eliminar recipientes que possam acumular água, como pneus velhos, recipientes plásticos, latas, garrafas e pratos de plantas.
  • Mantenha a caixa de água sempre fechada.
  • Não deixe a água de chuva acumular em telhas ou calhas.
  • Garrafas e baldes, sempre virados para baixo.

Leia também: Entenda sobre o calor extremo do mundo.

Post Comment