ONU – Organizações das Nações Unidas

Você sabe o que é e para que serve a ONU?

A ONU é uma sigla que significa Organização das Nações Unidas, é um conjunto de nações que se juntaram para formar essa organização. É uma Instituição internacional fundada em 24 de outubro de 1945, após a Segunda Guerra Mundial, na qual países de todo mundo se voluntariam em busca da paz e desenvolvimento do mundo.

Objetivo da ONU

A ONU foi criada com o objetivo de promover a cooperação internacional, paz e a segurança entre os países do mundo. O grande interesse dos países para a formação da ONU era o receio de uma nova guerra mundial, esse é o motivo principal dessa organização. Podemos afirmar que a ONU  foi criada para garantir que tenhamos paz no mundo.

Estrutura da ONU

A estrutura da ONU é complexa e inclui diversos órgãos e agências especializadas, cada um com funções específicas.

Assembleia Geral: É composta por todos os Estados-membros, considerada como principal fórum de debate e tomada de decisões da organização. Cada país tem direito a um voto e as decisões sobre questões importantes requerem uma maioria de dois terços.

Os Estados-membros são compostos por 15 integrantes: com 5 membros fixos, com poder de veto, e 10 membros temporários, eleitos pela Assembleia Geral para mandatos de dois anos.

A ONU é composta por organizações com agências especializadas, como a UNESCO, a OMS e o UNICEF, que se concentram em áreas específicas, como educação, saúde e proteção infantil.

(Prédio da ONU em Nova York, estampado com os Objetivos de Desenvolvimento)

Quem faz parte da ONU 2023?           

A ONU é composta por 193 Estados-membros, que são representados na Assembleia Geral, o principal órgão deliberativo da organização.

O Conselho de Segurança tem cinco membros permanentes (Estados Unidos, Rússia, China, França e Reino Unido)  além de outros 10 países fazem parte do conselho rotativo. Possuem o poder de veto, e 10 membros eleitos pela Assembleia Geral para mandatos de dois anos. Que são: Albânia, Brasil, Equador, Gabão, Gana, Japão, Malta, Moçambique, Suíça e Emirados Árabes.

A ONU na prática

A ONU desempenha um papel crucial em diversas áreas, incluindo a promoção dos direitos humanos, ajuda humanitária e desenvolvimento dos países. Também atua na mediação de conflitos.

Apesar de ter influência, a ONU não tem soberania sobre os países, representa os interesses dos países que tentam auxiliar nos problemas internacionais do mundo.

Polêmicas da ONU

O ano de 2019 ficou marcado devido ao discurso de uma Jovem ativista Greta Thunberg, sobre a situação climática no mundo, na conferência da COP 25 que aconteceu em Madrid, na Espanha daquele ano. O discurso viralizou nas redes social, e tempos depois foi considerado por muitos um discurso com viés ideológico de agenda progressista.

Em 2024, na guerra entre Israel e o grupo Hamas, surgiu outra polêmica de um suposto envolvimento de integrantes da ONU com o grupo terrorista no ataque contra Israel.

Leia sobre: O porquê da guerra entre Israel e Hamas?

Há alegações de Israel sobre supostos uso de agências da Organizações das Nações Unidas para serviços militares do Hamas.

Durante a pandemia do COVID-19, houveram bastantes divergências entre países sobre a condução da OMS (Organização Mundial da Saúde) a respeito das orientações para medidas ao combate ao coronavírus.

Apesar dos desafios e críticas, a ONU continua a ser uma plataforma importante para a cooperação internacional e a busca de soluções para problemas globais. Mesmo não tendo poder sobre a soberania dos países. Apesar de existirem muitas críticas ao trabalho da ONU, a organização realiza um papel importante nos debates internacionais e na ajuda humanitária.

Atua bastante no combate da fome e no tratamento de saneamento básico em locais carentes, na educação em países de terceiro mundo e na erradicação da pobreza no geral.

No entanto, o sucesso de suas iniciativas muitas vezes depende da vontade política dos Estados-membros em colaborar e implementar as decisões tomadas pelos órgãos da organização.

Post Comment